segunda-feira, 11 de setembro de 2017

The Catalog 3-D (Review e Impressões)

 Já faz um bom tempo de lançado o Katalog 3-D, com direito a vídeos no YouTube e tudo mais. Então, como já é de amplo conhecimento de todos, vamos a um pouco das impressões que tive.

kraftwerk.com

 A primeira e estranha impressão é que mesmo que tenham sido registros de apresentações ao vivo, não há qualquer som de público nos registros do Catálogo, algo que possa estranhar a muitos, como estranhou também a mim, mas levando em consideração a decepção de Ralf de não ter incluído registros de determinados shows para o antigo Minimum-Maximum pelas palmas terem sido batidas do jeito que queria, isso não é muito surpreendente.

 De forma semelhante a como feito em álbuns como o Electric Café, a primeira parte dos dois primeiros blu-rays, que contém os shows e a presença de ambos no palco, quase não os vemos. A partir de Numbers é que temos mais atividades do quarteto no palco. Isso é bastante explícito. Explicando: Electric Café tem seu lado 1 com partes sem letras cantadas, a segunda inicia-se com The Telephone Call, com a voz de Karl Bartos.

 Sobre a qualidade do produto final, não podemos dizer nada mais que impecável. Ter opções em 2.0 e 5.1 com os mais variados codecs ajuda e muito até os mais exigentes, mesmo que utilizem apenas conteúdo digital. Já para os mais saudosistas, versões em vinil foram disponibilizadas. Pontualmente tudo que há de se considerar sobre o conteúdo está relacionado mesmo a ausência de som de público e o pouco aparecimento dos nossos conhecidos. 

 O primeiro benefício de não ter público é para quem quer ouvir "apenas" a obra, mas é também um demérito para quem gosta de uma melhor ambientação. Outro ponto a se considerar também é que nosso quarteto poderia muito bem aparecer mais em todo o Catálogo, com direito a vê-los manipulando toda a aparelhagem e mostrando melhor que nem tudo aquilo é programado, apesar de termos bem mais "samples" atualmente do que tivemos nos tempos do Minimum-Maximum.

 Seria também exigente da minha parte que a versão resumida não fosse como a lançada, mas sim a de um set-list comum de um show? Melhor nem pensar...

 A última consideração e importante a ser lembrada é que a obra representa um fim de ciclo e um fim de ciclo com conteúdo tão completo que talvez não tenha qualquer precedente. Com toda obra considerada importante por Ralf (mesmo que ele admita revisitar os álbuns anteriores) remasterizada e disponível e com qualidade impressionante, deixa os fãs mais esperançosos com conteúdo novo. Oras, se tudo que há de ser feito já foi feito, não seria a hora de algo novo? Ou marcaria esse o fim do Kraftwerk, pelo menos como nós conhecemos? A segunda questão assusta, mas é algo a se considerar.

 Para mim, na verdade, ainda há uma coisa a ser feita: o Kraftwerk trazer o Catálogo completo para América do Sul. Com apresentações feitas em praticamente todos os continentes, apenas nós sul-americanos ficamos de fora. Apresentações em locais importantes como o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro em 1998 já foram feitas, porque é tão difícil trazê-los pra cá novamente? Apresentações no Chile/Argentina/Brasil parecem viáveis. Seriam caras demais? Algum especializado em eventos do tipo poderiam me informar porque é tão difícil? Fica a questão.


Trailer do 3-D The Catalog

 Especulações à parte, em consideração ao outro conteúdo em vídeo que o Kraftwerk produziu para shows, o Mínimum-Maximum, este fica no mesmo nível, já que sua extensão e qualidade sonora compensa a ausência de ambiência de shows e outros aspectos que já citei aqui. O Catalog possui, para os mais atentos, uma câmera mais relutante e ajustes de enquadramento aqui e acolá, mas que não comprometem a qualidade do conteúdo geral. Contudo, talvez seja um sintoma que a empresa contratada pra fazer os vídeos não sabiam muito da dinâmica (quase nenhuma na verdade) de palco durante os shows. Uma visualização anterior poderia corrigir isso tranquilamente.

 Enfim, se formos arbitrários e atribuir nota? Um quatro de cinco estrelas.

 Então? O que vocês acharam do Catálogo?
____________________________________________
Gostou? Comente!

4 comentários:

  1. Hola. Muy buen comentario, que he intentado traducir con el traductor de Google. Hice la crítica hace un tiempo:
    https://kraftwerkandme.blogspot.com.es/2017/05/the-catalogue-3-d-vinyl-box-set.html

    Saludos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola. Gracias por sus comentarios. Es bueno escribir textos como estos y tener comentarios de fans como yo.

      Gracias por su texto. Pensé que era mejor que el mío (risas).

      Excluir
    2. Gracias por tu respuesta. Soy admirador de tu blog desde hace tiempo.

      Saludos amigo
      https://kraftwerkandme.blogspot.com.es/

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...